A trajetória do/da criminalista inicia num ponto qualquer da infância, num período que vai dos 6 aos 12 anos, mais ou menos, quando acontece uma situação de injustiça, uma violência, uma agressão, um ataque ao direito de alguém.

Geralmente, em função dessa vivência, quando chega o momento de fazer a escolha profissional, a pessoa opta pela Faculdade de Direito no vestibular, mesmo sem perceber, com clareza, os motivos da opção. Defender as pessoas é o que mobiliza aquele estudante, projeto de profissional da advocacia.

Pois bem, com o canudo da formatura na mão, logo vem o exame de Ordem, a carteirinha vermelha e o tão esperado momento de exercer a profissão.

E agora?

Como iniciar na advocacia criminal? Como atingir aquele patamar mínimo de conhecimento técnico e segurança pessoal para o exercício de tão difícil profissão? E a organização da carreira? É possível escolher o caminho a seguir? E a gestão do escritório? Ter ou não ter sócio? É possível/necessário fazer planejamento estratégico na advocacia? E a relação com o cliente e seus familiares? Como estabelecer o primeiro contato, fazer a cobrança de honorários, assinar o contrato e a procuração? Quanto e como cobrar? E a construção do relacionamento com as forças que atuam no processo, é importante? Como fazer? Como encarar a defesa no inquérito? Como pensar a defesa no processo criminal? Como aprender tudo isso, se já passou o momento da graduação e as pós-graduações não possuem esse tipo de linha de ensino? A complexidade é tanta e os questionamentos aumentam na medida em que o tempo passa, ou seja, muitas perguntas e respostas quase inexistentes.

Nós da Escola de Criminalistas acreditamos que é possível ensinar/aprender a advogar.

Pensando assim, lançamos os dois primeiros módulos do CURSO DE ADVOCACIA CRIMINAL ARTESANAL – ON-LINE.

PROFESSORES

MÓDULO 1

Dimensão Pessoal da Advocacia Criminal Artesanal


Só continua se gostar? Sim. O módulo inicial é inteiramente grátis e inaugura o sistema QUERO CONTINUAR, voltado aos participantes que preferem ter contato com algumas aulas, antes de adquirir o curso.

Essa primeira parte está voltada para a abertura do participante à metodologia da Escola de Criminalistas, que busca, inicialmente, a aproximação da pessoa à conclamação socrática: CONHECE-TE A TI MESMO. Acreditamos que o profissional da advocacia criminal deve enfrentar suas próprias inseguranças, carências, vulnerabilidades, entender seus medos, potencializar suas habilidades e, assim, estar leve, forte, inteiramente disponível para o exercício da defesa.

O trabalho de percepção do papel fundamental da aceitação da vulnerabilidade como ato de coragem abre a passagem para um segundo chamado, feito agora por Nietzsche: TORNA-TE QUEM TU ÉS. Nascemos para defender o direito de defesa das pessoas e isso é uma crença que se renova todos os dias, a cada processo, a cada caso, a cada chamado.

Saber quem somos e reafirmar o compromisso da defesa a cada amanhecer.

Uma coleção de vídeos gravados de aulas importantíssimas que foram ministradas por grandes juristas e profissionais de outras áreas para as turmas das quatro edições dos cursos presenciais de Advocacia Criminal Artesanal. As aulas desse módulo estão ligadas à dimensão do SER HUMANO CRIMINALISTA.

Começe o Módulo 1 agora!

E SE QUISER CONTINUAR? ÓTIMO!

4%

Módulo 2

Você terá acesso à todas aulas do Módulo 2, agora no formato gravado.

Dimensão Comunicativa da Advocacia Criminal Artesanal

No aspecto pedagógico, a Escola de Criminalistas utiliza uma metodologia inovadora, livremente inspirada no Psicodrama de Jacob Levy Moreno. A experimentação, a vivência, a sensação como vias de acesso ao entendimento. Sentir para racionalizar. No aprendizado da advocacia, nós propomos um percurso marcado pela ousadia, pela novidade, pela abertura à diferença, o que nos permite propor uma série de metáforas que conduzem os/as profissionais a uma ampliação da capacidade de visualização do ponto da prática em questão. Por assim ser, iniciamos esse Terceiro Módulo com um mergulho das mais inusitadas possibilidades de percepção de aspectos fundamentais da prática profissional, como a questão da forma de comunicação proposta pela Escola, a questão da leitura e da linguagem, a imagem, a obra de arte, o olhar apurado para o detalhe, para o real, para tudo o que está aberto e encoberto.

Como pode ser a comunicação na advocacia
COMUNICAÇÃO NÃO-VIOLENTA – José Pedro Vianna Zereu

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NA ADVOCACIA CRIMINAL – Jader Marques

Sobre a Leitura e sobre a Linguagem
PODEMOS FALAR UM POUCO DE LEITURA E NÍVEIS DE LINGUAGEM – Andresan Machado

DIREITO E LITERATURA – Medida por Medida de Shakespeare – Jader Marques

Sobre as imagens e o sentido
ESCREVER COM A LUZ – Danilo Christidis

QUAL O SENTIDO? – Luciano Marques de Jesus

O poder de observação e o detalhe
MEDICINA LEGAL E OBRA DE ARTE – Francisco Benfica

ADVOCACIA NO DETALHE – Jader Marques

O real e o imaginário
LITERATURA E REALIDADE – Thedy Correa

DIREITO E LITERATURA – Ensaio sobre a cegueira de Saramago – Jader Marques

Dimensão Relacional da Advocacia Criminal Artesanal

Advocacia é relacionamento? Há quem diga que o sucesso de qualquer profissional na advocacia depende muito da qualidade dos relacionamentos estabelecidos em todos os âmbitos e da capacidade da pessoa em estabelecer e manter bons vínculos. Por assim ser, o curso tem sequência com a questão de como o profissional estabelece seus vínculos com as pessoas e como isso reverbera na questão profissional.

Projeto de Defesa e Cobrança de Honorários
RELAÇÃO COM CLIENTE E SEUS FAMILIARES – A DEFESA COMO RELAÇÃO E COMO UM PROJETO A SER EXECUTADO – DIFERENÇA ENTRE TESE DEFENSIVA E ESTRATÉGIA DEFENSIVA – PROJETO DE DEFESA: CP (que fazer) e CPP (como fazer) – Jader Marques

COBRAR HONORÁRIOS E FECHAR CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS – PROCURAÇÃO E SUBSTABELECIMENTO (COM OU SEM RESERVAS): ÉTICA NA RELAÇÃO COM OS DEMAIS PROFISSIONAIS – Jader Marques

Advocacia Crítica
A DEFESA CONTRA TODOS – José Eduardo Cardozo

A NECESSÁRIA RELAÇÃO DA ADVOCACIA COM A ACADEMIA – Eleonora Nacif

Inteligência Relacional
COMUNICAÇÃO NÃO-VIOLENTA, NEUROCIÊNCIA E INTELIGÊNCIA EMOCIONAL – Jader Marques
RELAÇÃO COM JUDICIÁRIO, PROMOTORIA, DELEGACIA E COLEGAS – Jader Marques

O Processo com o Jogo
TEORIA DOS JOGOS E ADVOCACIA CRIMINAL – Alexandre Morais da Rosa

O PAPEL DO CRIMINALISTA NO PROCESSO PENAL ACUSATÓRIO – Jacinto de Miranda Coutinho

 

Dimensão Operacional Inicial do Projeto de Defesa na Advocacia Criminal Artesanal

Por onde começar? Essa pergunta, muitas vezes, representa um verdadeiro enigma para o profissional da advocacia. O que fazer? Como fazer? Quando fazer? Todas essas perguntas são fundamentais para o desenvolvimento da advocacia artesanal. Por isso, nesse ponto do curso são abordadas as reflexões ligadas ao início da atividade da defesa, pensando o trabalho de forma global, integrada, como um projeto a ser desenvolvido em diversas etapas, cada qual com sua particularidade. A advocacia artesanal pressupõe pensar cada processo de forma individualizada, com suas características, com seus riscos, com a percepção da tese defensiva e todo o trabalho a ser feito em cada fase, o que determina um ritmo, uma cadência, uma estratégia.

Fase Investigativa
INQUÉRITO POLICIAL: POSTURA DO ADVOGADO – ATIVO, PASSIVO OU OBSERVADOR – O DIREITO DE CONHECER O CONTEÚDO DO INQUÉRITO POLICIAL: REQUERIMENTO E MEDIDAS CABÍVEIS EM CASO DE NEGATIVA – Jader Marques
TECNOLOGIA E INVESTIGAÇÃO – Emerson Wendt

 

Das Prisões
PRISÃO EM FLAGRANTE, PRISÃO PREVENTIVA, PRISÃO TEMPORÁRIA E CAUTELARES ALTERNATIVAS À PRISÃO – Leonardo Santiago
O ATENDIMENTO DE URGÊNCIA E A CELEBRAÇÃO DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E HONORÁRIOS – Jader Marques

Investigação Preliminar
O HABEAS CORPUS – Alberto Zacharias Toron
A LUTA POR LIBERDADE E A LUTA POR ABSOLVIÇÃO: A TENSÃO ENTRE O DESEJO DE SOLTURA E A NECESSIDADE DE ABSOLVIÇÃO – Jader Marques

Nulidades e Raízes Autoritárias do Inquérito Policial
19h: AS NULIDADES NA FASE INVESTIGATÓRIA – Ricardo Gloeckner
20h: RAÍZES AUTORITÁRIAS DO INQUÉRITO POLICIAL – Marco Antônio Scapini

Inicie o Módulo 2 agora!

15%
E OS DEMAIS MÓDULOS?

MÓDULO 3

Você terá acesso à todas aulas do Módulo 3, agora no formato gravado.

Dimensão Comunicativa da Advocacia Criminal Artesanal

No aspecto pedagógico, a Escola de Criminalistas utiliza uma metodologia inovadora, livremente inspirada no Psicodrama de Jacob Levy Moreno. A experimentação, a vivência, a sensação como vias de acesso ao entendimento. Sentir para racionalizar. No aprendizado da advocacia, nós propomos um percurso marcado pela ousadia, pela novidade, pela abertura à diferença, o que nos permite propor uma série de metáforas que conduzem os/as profissionais a uma ampliação da capacidade de visualização do ponto da prática em questão. Por assim ser, iniciamos esse Terceiro Módulo com um mergulho das mais inusitadas possibilidades de percepção de aspectos fundamentais da prática profissional, como a questão da forma de comunicação proposta pela Escola, a questão da leitura e da linguagem, a imagem, a obra de arte, o olhar apurado para o detalhe, para o real, para tudo o que está aberto e encoberto.

Dia 09/06 | terça-feira – Como pode ser a comunicação na advocacia
19h: COMUNICAÇÃO NÃO-VIOLENTA – José Pedro Vianna Zereu

20h: INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NA ADVOCACIA CRIMINAL – Jader Marques

Dia 10/06| quarta-feira – Sobre a Leitura e sobre a Linguagem
19h:
PODEMOS FALAR UM POUCO DE LEITURA E NÍVEIS DE LINGUAGEM – Andresan Machado

20h: DIREITO E LITERATURA – Medida por Medida de Shakespeare – Jader Marques

Dia 11/06| quinta-feira – Sobre as imagens e o sentido
19h:
ESCREVER COM A LUZ – Danilo Christidis

20h: QUAL O SENTIDO? – Luciano Marques de Jesus

Dia 12/06 | sexta-feira – O poder de observação e o detalhe
19h:
MEDICINA LEGAL E OBRA DE ARTE – Francisco Benfica

20h: ADVOCACIA NO DETALHE – Jader Marques

Dia 16/06 | terça-feira – O real e o imaginário
19h:
LITERATURA E REALIDADE – Thedy Correa

20h: DIREITO E LITERATURA – Ensaio sobre a cegueira de Saramago – Jader Marques

Dimensão Procedimental Geral da Advocacia Criminal

A leitura dos procedimentos com uma visão crítica de pontos controvertidos selecionados, de molde a permitir que, em pouco tempo de aula, seja possível atacar aquelas questões mais relevantes e que estão na ordem do dia da prática da advocacia criminal. A proposta de ataque rápido, objetivo, mas muito cuidadoso a cada item selecionado deve garantir a cobertura daquele espectro que constitui o mínimo teórico para uma advocacia estratégica, bem orientada e de resultado. Nessa primeira análise da dimensão procedimental geral, vamos tratar do procedimento da competência do juiz de direito, da competência dos jurados e a sempre problemática questão da Lei de Drogas e dos Juizados Especiais Criminais.

Por uma atuação defensiva técnica e estratégica
PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO: Aspectos Controvertidos – Leonardo Santiago e Jader Marque

Aspectos práticos da atuação nos casos de Júri Popular 
PROCEDIMENTO DO JÚRI: Do Inquérito ao Plenário – Ezequiel Vetoretti e Jader Marques

As diferenças e as controvérsias nas Leis de Drogas e do JECRIM
JUIZADOS ESPECIAIS CRIMINAIS: Aspectos Controvertidos – Marçal Carvalho e Jader Marques

 

Dimensão Procedimental Intermediária da Advocacia Criminal

O ensino da advocacia criminal marcada por uma postura artesanal pressupõe o contato do/da profissional interessado-a, curioso-a, com as nuances, com as manhas, com o olhar do artesão/ã experiente sobre o seu modo de fazer, de conduzir, de acompanhar cada momento do processo. Nessa primeira aula do Terceiro Módulo, o olhar sobre cada ponto do caso, a leitura global dos autos, da imputação, decidindo como e quando agir. Depois disso, a análise cuidadosa de um dos mais complexos temas da prática: a competência em matéria criminal. Finalmente, a proposta de mudança de postura na relação com a Polícia Civil e uma visão crítica sobre a atuação da Advocacia na Segunda Instância.

Sobre a leitura do caso e definição do projeto de defesa
ANÁLISE DA DENÚNCIA – Alexandre Wunderlich

RESPOSTA ESCRITA À ACUSAÇÃO – Jader Marques

Os pontos mais controvertidos sobre Competência
COMPETÊNCIA – Leonardo Santiago

A atuação do defensor na audiência criminal e os pontos mais importantes da sentença criminal
AUDIÊNCIA CRIMINAL – Maíra Fernandes

SENTENÇA CRIMINAL – Fabiano Pimentel

Sobre atuar nas diferentes fases e instâncias
A POLÍCIA CIVIL E A ADVOCACIA CRIMINAL – Elisangela Reghelin

ADVOCACIA NA SEGUNDA INSTÂNCIA – Roberto Tardelli

 

 

Inicie agora o Módulo 3!

25%

MÓDULO 4

Você terá acesso à todas aulas do Módulo 4, agora no formato gravado.

FALSAS MEMÓRIAS E PROVA
FALSAS MEMÓRIAS – Lilian Stein
PROVA – Janaína Matida

PROVA  NO TRIBUNAL DO JÚRI
A PROVA NO TRIBUNAL DO JÚRI – Marcella Mascarenhas

FUNDAMENTAÇÃO DAS DECISÕES
FUNDAMENTAÇÃO DAS DECISÕES – Danyelle Galvão

JUIZ DE GARANTIAS E PARIDADE DE ARMAS
JUIZ DAS GARANTIAS – Priscila Pamela
PARIDADE DE ARMAS – Daniella Meggiolaro

PACOTE ANTICRIME E JUSTIÇA NEGOCIAL
O ANPP NO PACOTE ANTICRIME – Carolina Amorim
JUSTIÇA NEGOCIAL – Alessi Brandão

JUIZ DE GARANTIS E ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA
JUIZ DE GARANTIAS – Thaise Mattar Assad
ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA – Nicole Trauczynski

DELAÇÃO PREMIADA E CADEIA DE CUSTÓDIA
DELAÇÃO PREMIADA – Camile Eltz Lima
CADEIA DE CUSTÓDIA NO PACOTE ANTICRIME – Carla Mena

EXECUÇÃO PENAL E OS BASTIDORES DO PACOTE ANTICRIME
EXECUÇÃO PENAL NO PACOTE ANTICRIME – Letícia Sinatora das Neves
OS BASTIDORES DO PACOTE ANTICRIME – Sílvia Souza

PACOTE ANTICRIME E A ADVOCACIA CRIMINAL
O IMPACTO DO PACOTE ANTICRIME NA ADVOCACIA CRIMINAL – Parte I e II– Jader Marques 

LEI DE ABUSO DE AUTORIDADE
A LEI DE ABUSO DE AUTORIDADE E A ADVOCACIA CRIMINAL – Parte I e II – Jader Marques

Inciei agora o Módulo 4!

40%

MÓDULO 5

Você terá acesso à todas aulas ao vivo pelo Zoom.
Disponibilizamos também no formato gravado em até 48h após a realização de cada uma.

Dimensão Contemporânea da Advocacia Criminal Artesanal

Um link de aplicativo é remetido para o/a criminalista. Clicando naquela sequência de letras e números, o/a profissional terá acesso a uma sala de audiências ou sala de sessões virtual, na qual, desde seu local de isolamento social, deverá desempenhar o ofício da advocacia criminal na defesa de alguém. A pandemia trouxe, sem tempo para grandes debates ou escolha da melhor alternativa, a necessidade de realização de atos processuais por meio da internet. Acostumados com o contato pessoal, olho no olho, os/as profissionais da defesa passaram a conviver com a nova realidade trazida pela tecnologia de reunião à distância. Há uma nova realidade e ela reclama novas competências, novas reflexões, novas práticas. A abertura da mentalidade para o novo (que veio para ficar), certamente é o primeiro passo para ter sucesso nessa nossa advocacia cada vez mais competitiva. Por assim ser, esse módulo traz alguns dos maiores nomes do processo penal da atualidade para discutir a advocacia criminal em tempos de pandemia.

11/08 – Terça-feira
19h: RACIOCÍNIO PROBATÓRIO EM TEMPOS DE PANDEMIA – Janaína Matida
20h: ADVOGADO, PORQUE NÃO DESISTIU – Jader Marques

12/08 – Quarta-feira
19h: CONSTRUÇÃO DO MEDO E ENCARCERAMENTO EM MASSA:  UMA FICÇÃO RACIALIZADA – Juliana Souza
20h: A DIVINA COMÉDIA DA SEGURANÇA PÚBLICA: POLÍCIAS E FACCÇÕES NA PRODUÇÃO DO PERCURSO PUNITIVO – Fernanda Bassani

13/08 – Quinta-feira
19h: SUSTENTAÇÃO ORAL VIRTUAL – Mário Filho
20h: QUEM TEM MEDO DA VIRTUALIDADE? – Leonardo Santiago

18/08 – Terça-feira
19h: A NOVA REALIDADE DO PROCESSO PENAL EM FACE DA PANDEMIA – Jacinto Miranda Coutinho
20h: CLAREZA E OBJETIVIDADE: AS PODEROSAS ARMAS DO ADVOGADO – Fábio Tofic Simantob

19/08 Quarta-feira
19h: GARANTIAS PROCESSUAIS PENAIS NA ERA COVID – Aury Lopes Júnior
20h: HERMENÊUTICA DAS GARANTIAS – Lenio Streck

20/08Quinta-feira
19h: SERÁ POSSÍVEL UM JÚRI VIRTUAL? – Eleonora Nacif
20h: A IMPORTÂNCIA DA ADAPTAÇÃO AO NOVO PROCESSO PENAL PÓS-PANDEMIA – Jader Marques

25/08Terça-feira
19h: A ORALIDADE NO PROCESSO PRESENCIAL E VIRTUAL – Thiago Minagé

20h: A IMPORTÂNCIA DA ORATÓRIA: ACEITAR O MEDO E ENTENDER A CORAGEM – Jader Marques

26/08 – Quarta-feira
19h: O JOGO DO PROCESSO PENAL NA VIRTUALIDADE DA COVID – Alexandre Morais da Rosa
20h: A IMPORTÂNCIA DO PROJETO DE DEFESA – Jader Marques

27/08Quinta-feira
19h: A PRODUÇÃO DE PROVA NUM JÚRI VIRTUAL – Marcella Mascarenhas
20h: A IMPORTÂNCIA DA PERGUNTA SOBRE QUE CASO É ESSE – Jader Marques

 

Garanta a sua vaga para o Módulo 5 e assista ao vivo!

68%

COMO ACONTECE?

A inscrição é feita por módulos, os módulos são liberados mensalmente, e o mais importante: a continuidade no curso depende da vontade do participante, no sistema QUERO CONTINUAR.

As aulas acontecerão pela plataforma Zoom, com inteiração e possibilidade de perguntas, material de apoio, indicação de bibliografia, além de abrir-se espaço para o contato direto e individualizado com o professor para solução das diversas questões que fazem parte da vida do/da profissional da advocacia criminal.

As aulas também são disponibilizadas no formato gravado em até 48h após a realização de cada uma.

INVESTIMENTO

Investimento por módulo

Valor

 

R$ 519,00

Alunos dos módulos
anteriores

R$ 119,00 
cupom: ARTESANAL119
*sujeito a confirmação

Acadêmico

R$ 79,00 
cupom: ARTESANAL79
*sujeito a confirmação

OPÇÕES DE PAGAMENTO

INICIE AGORA!

ASSISTA AO VIVO!

PERGUNTAS FREQUENTES

SIM!
Você deve realizar a inscrição individualmente para cada módulo do curso.

 

 SIM!
Como a inscrição é feita por módulos, não há pré-requisito quanto a relização dos módulos anteriores.

 

SIM!
Todas as aulas realizadas no formato ao vivo, são disponibilizadas posteriormente no formato gravado, na área do aluno.

SIM!
As aulas são ao vivo, acontecem no aplicativo zoom e em 48h após a realização de cada uma delas, diponibilizamos também no formato gravado na área do aluno.

SIM!
As inscrições devem ser feitas individualmente para cada módulo.

SIM!
O curso é recomendado para profissionais e acadêmicos.

 

SIM!
A emissão dos certificados é feita por módulos!